agosto 04, 2010

nada...

perdido,
na madrugada,
conto passos
pela estrada
e tento encontrar,
o que não vejo,
com nada.

sózinho,
tenho o longe
comigo
e neste escuro,
caminho...
sem sentido.

procuro um abrigo
dito,
naquela rua,
nua,
sem brilho,
sem Lua...
crua.

perdido
e sem nada,
vagueio
eternamente,
nesta estrada da madrugada.



(autor sérgio figueiredo)
.

11 comentários:

Canto da Boca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canto da Boca disse...

Por mais que o poema nos conduza para uma solidão óbvia, marcante, um estar nu e cru diante de nós mesmos (de si) e dos nossos (seus) desejos subjacentes, ainda assim, vislumbro a companhia vital do desejo...

Grata pela ida ao Canto, valorizaste de tal forma meu poema, que chegastes mesmo a me ler em todas as linhas. Obrigada!

Abraço!

;)

maria disse...

Mais vale sozinho que mal acompanhado...

E andando a algum lugar vais dar...quem sabe não é o lugar ideal, o lugar que precisas neste momento?

Beijinho :)

Maria Valadas disse...

Atravez das palavras do poeta, encontramos a sua essência.

Gostei do poema!
Bj,
Maria Valadas

poetaeusou . . . disse...

*
amigo,
um belo poema,
em que tocará no intimo
a quem tiver a possibilidade
de lê-lo !
parabéns .
,
abraço,
,
*

JB disse...

Um nada que preenche um pouco do tudo dessa madrugada...
Um nada que tem a companhia dos passos, do escuro, do vazio...

No vazio das palavras há um todo, um tudo que as preenche... a estrada deste belíssimo poema!

Parabéns!

Beijinho

f@ disse...

Olá Sérgio,

apressado mas com mto carinho....

o beijinhooooooooo de sempre

OutrosEncantos disse...

Encontrei-te na JB!
Prendi-me no comentário da "Boneca de Porcelana"..., no que ficou por dizer,
e aqui no que dizes
e no que não dizes.
Beijo.

Xaninha disse...

Olá Sérgio!
Tens outro cantinho! :)

Sabes, concordo com a Maria..
Mesmo quando nos sentimos mais sozinhos, nc devemos de deixar de caminhar porque, quem sabe esse caminho não nos leva ao lugar que queremos e ambicionamos encontrar?

força, vá*

um beijinho

OutrosEncantos disse...

Se te apetecer, se tiveres paciência para outro caminhar, tens as minhas palavras de quase todos os dias em "Tarde de Música"
http://seda7selvagem.blogspot.com
onde acabaste de passear foi no meu cantinho dos miminhos meus e dos amigos.
'bigada.
Bjin

Graça disse...

Vim visitar-te. Li-te, com o prazer de sempre.

Querido Sérgio, um beijo imenso de carinho.


[perdoa a minha tão grande ausência]